quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Dr. Michael Salla - "Vaticano, UNESCO e vídeo sobre integração de vida ET na Terra" - Agosto / 2015

Dr. Michael Salla - "Vaticano, UNESCO e vídeo sobre integração de vida ET na Terra" - Agosto / 2015

Em 10 de agosto, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou um vídeo que mostra uma criança extraterrestre sendo integrada em uma sala de aula comum de crianças humanas da Terra. O vídeo mostra a criança inicialmente sendo ridicularizada e, em seguida sendo aceita após usar suas habilidades psíquicas avançadas para levitar atores em uma peça de teatro infantil da escola. O vídeo foi lançado no Chile, e até esta data do artigo original teve mais de sete milhões de visualizações. O que anteriormente a cobertura da mídia alternativa sobre este vídeo não informou é o envolvimento do Vaticano através de uma organização fundada pelo Papa Francisco, que está patrocinando a UNICEF na tentativa de mudar a maneira como as crianças são educadas. Isto sugere uma ligação direta entre o Vaticano e um esforço secreto das Nações Unidas em integrar a vida extraterrestre na sociedade humana.
Após o lançamento do vídeo no Facebook, UNICEF Chile anunciou: "Conhecer alguém é uma grande oportunidade de viver experiências valiosas. Diga sim à integração!"
Enquanto a UNICEF está apresentando o vídeo como um esforço para que crianças fisicamente diferentes sejam aceitas por outras crianças, e reduzir incidentes de violência, o uso do vídeo com uma criança extraterrestre sugere uma explicação muito mais interessante. O propósito real é preparar a humanidade para abertamente dar as boas vindas e integrar na sociedade a vida extraterrestre.

Um acordo assinado em Roma, em 21 de abril de 2015 pelo Papa Francisco iniciou um período de cinco anos de colaboração entre a organização criada pelo Vaticano "Scholas Occurrentes" e a UNICEF.

Scholas e UNICEF inicialmente cooperarão em uma série de atividades conjuntas em todo o mundo, com o objetivo especial de pôr fim à violência e promover a integração de todos os jovens, tirando o máximo partido das capacidades únicas de cada pessoa para favorecer a participação de adolescentes e a ampliar seu acesso às ferramentas e informações de que precisam para se integrarem, comunicar e colaborar.

O vídeo é explicitamente destinado a "pôr fim à violência e promover a ligação de todos os jovens", como descrito no contrato da UNICEF com a iniciativa "Scholas Occurrentes" do Vaticano. Esta é uma evidência de uma relação direta entre o Vaticano e este vídeo da UNICEF. Por conseguinte, é razoável concluir que o Vaticano é secretamente parte da iniciativa das Nações Unidas para preparar a humanidade para acolher e até mesmo integrar visitantes extraterrestres.
Isto não é uma grande surpresa. Papa Francisco e os astrônomos do Vaticano já se referiram a extraterrestres como passiveis de serem batizados, e aceitos como "irmãos em Cristo". Em maio de 2014, o Papa disse que batizaria marcianos, se eles solicitassem. Meses mais tarde, em setembro, astrônomo do Vaticano Guy Consolmagno (um jesuíta como o Papa Francisco), fez um discurso em um simpósio patrocinado pela NASA e a Biblioteca do Congresso, onde discutiu batismo de vida extraterrestre.

Pouco depois, em 27 de outubro de 2014, o Papa Francisco divulgou um comunicado onde ele se referiu a "seres do universo" (extraterrestres) como uma importante parte do plano evolutivo de Deus:

"Ele criou os seres e lhes permitiu desenvolver de acordo com as leis internas que ele deu a cada um, de modo que eles foram capazes de desenvolver e chegar a plenitude de seu ser. Ele deu autonomia para os seres do universo, ao mesmo tempo em que assegurou-lhes de sua presença contínua, em qualquer realidade. E assim a criação continuou durante séculos  e séculos, milênios e milênios, até que se tornou o que nós sabemos hoje, precisamente porque Deus não é um demiurgo ou um mágico, mas o criador que dá existência a todas as coisas."

Se for ainda revelado que os extraterrestres têm desempenhado historicamente um papel importante na evolução da humanidade, então uma forte justificação teológica foi estabelecida para integrá-los na sociedade humana.
(Nota do Tradutor: O Vaticano é radicalmente contrario a divulgação sobre a existência de vida extraterrestre, no entanto como entendem que estão perdendo também esta batalha, eles - o Vaticano -  vem desde muito tempo soltando pequenas notas na imprensa, de maneira sutil, sobre a viabilidade e aceitação da vida extraterrestre, estão fazendo hedge, se protegendo; no futuro quando a existência de vida extraterrestre for anunciada, ou mesmo durante o "primeiro contato", eles, o Vaticano, poderão dizer: Vejam, olhe quantas vezes nos já falamos sobre isso publicamente, nós já sabíamos, nós não escondemos nada de vocês, já estávamos preparando vocês... etc.)

Finalmente, é importante ter em mente a próxima visita do papa Francisco a sede das Nações Unidas em Nova Iorque em 25 de Setembro quando discursará na Assembléia Geral. O lançamento do vídeo da criança alienígena em 10 de agosto levanta a possibilidade de que o papa abordará a questão extraterrestre durante seu discurso. Antes do discurso do papa, ele se reunirá com o presidente Obama em 23 de setembro, e discursará numa sessão conjunta do Congresso dos Estados Unidos no dia seguinte. Todos estes eventos coincidem com uma previsão a respeito de energias cósmicas com pico em 23 de setembro - que também é o equinócio - levando a grandes mudanças globais.

É muito possível que um grande discurso papal sobre a vida extraterrestre está sendo coordenado no mais alto nível entre os líderes nas Nações Unidas e os Estados Unidos. Independentemente do que o papa escolha para divulgar, durante sua próxima turnê norte-americana, é muito significativo que ele esteja ligado a uma iniciativa secreta das Nações Unidas para educar a humanidade sobre a importância das boas vindas a vida extraterrestre e sua integração na sociedade humana da Terra.

Autor: Michael E. Salla, Ph.D
Fonte primária: Exopolitics.org
Fonte secundária e tradução: Contato Estelar 
Veja mais Dr. Michael Salla Aqui e Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário